EVANGELIZAÇÃO NOS HOSPITAIS - MISSÃO PARA QUEM QUER SER ATALAIA DO SENHOR.

O trabalho de evangelização nos hospitais, mais particularmente na Fundação Hospitalar de Rio Branco-Acre é resultado de uma visão de Deus quando estive hospitalizado, onde através de um sonho um homem vestido todo de branco disse-me: "Se queres viver vai cuidar dos meus doentes". Reparti esse sonho e gradativamente o Senhor tocou no coração de algumas pessoas que têm uma vida voltada para o Senhor que se dispuseram a formar uma Equipe de Evangelização. Atualmente integram também a equipe: Bernadete, Jozi e Socorro (Missão Batista para os Povos) e Raimunda (Assembléia de Deus). Eu atualmente sou membro da Igreja Metodista Wesleyana Jardim Brasil de Rio Branco-Acre.


O nosso trabalho consiste primeiro na participação das atividades regulares da igreja e ainda reuniões específicas do ministério para oração e estudos direcionados à cura divina, libertação e salvação tendo como foco os doentes e acompanhantes, enfermeiros(as) que serão visitados nos hospitais.

No hospital, antes de nossa entrada, oramos agradecendo ao Senhor por termos sido chamados para fazer a sua obra nos hospitais e para que ele esteja na direção de todo o trabalho e ainda que nos dê toda a proteção, discernimento, unção, autoridade e poder para fazermos tão importante trabalho. Visitamos os doentes internados em qualquer enfermaria, todavia o chamado de Deus nos direcionou para as enfermarias de tratamento do câncer e enfermaria de infectologia onde são tratadas doenças muito graves como: aids, meningite, hepatite, cirrose hepática, tuberculose entre outras.

Além de levar a palavra de Deus para conhecimento da verdade que liberta, a equipe tem como alvo principal colocar em prática o ministério tríplice de Jesus, ensinando sobre as escrituras, pregando o evangelho do Reino, curando os enfermos e expulsando demônios, tendo como alvo principal a salvação, considerando que, através desta vem a libertação e a cura em NOME DE JESUS.

Dentro desse trabalho a equipe tem procurado ajudar pacientes dos municípios que tem apresentado dificuldades, fornecendo roupas, material de limpeza e de higiene pessoal quando é necessário.

Alguns dos doentes que recebem nossa visita no hospital têm convidado a equipe para fazer orações e levar a Palavra em suas casas e a equipe tem realizado tais reuniões.

Para participar desse ministério requer uma disposição grande de priorizar a obra de Deus em detrimento de qualquer outra atividade em sua vida, devendo ter consciência de que em Mateus 6:33 diz: Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas as demais coisas vos serão acrescentadas.

Somos Atalaias do Senhor e não queremos responder pelo sangue de nenhuma pessoa por não termos tocado a trombeta (Palavra) ao vir a espada do inimigo (Ezequiel 33). Por isso, a necessidade de não faltar ao chamado do Senhor por qualquer motivo, que não se justifique.

Inicialmente os que se dispuserem a fazer a obra nesse ministério deverão participar das atividades da igreja, além da reunião específica da equipe na qual realizamos estudos sobre cura, libertação e salvação e princípios de evangelização que é realizada todo sábado às 19 horas na residência do líder ou de qualquer integrante da equipe em forma de revezamento. Somente após participar de pelo menos um mês das reuniões é que o(a) novo(a) integrante estará liberado(a) para iniciar as visitas ao hospital. Este período inclui estudos de capacitação sobre os temas básicos necessários à visita aos hospitais, tais como: capelania, cura, libertação e salvação.

Finalmente consideramos esse trabalho um gesto de amor ao próximo, que tem se constituído em prioridade em nossas vidas e que se torna gratificante quando contemplamos as curas que Jesus tem operado naquele lugar, o sorriso e a restauração da fé e da esperança demonstrada pelo sorriso e alegria revelada em cada face dos doentes, muitas vezes sofridos, quando deixamos àquelas enfermarias.


Somos gratos e agradecemos ao Senhor por ter-nos dado essa oportunidade de fazer a sua obra e não nos deixar desanimar jamais. Já completamos 11 (onze) anos fazendo este trabalho ordenado pelo Senhor. Toda a honra, todo o poder, todo o louvor e toda a glória é para o Senhor JESUS.




José Ribamar Silva.

Líder da Equipe.

quinta-feira, 8 de maio de 2014

PRINCIPAIS IMPEDIMENTOS À CURA DIVINA.
Às vezes há, na própria pessoa, impedimentos à cura divina, outras vezes não!

(1)   PECADO NÃO CONFESSADO
TIAGO 5:16
Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.

                                    Ler: ISAÍAS 59:1-2

(2)   OPRESSÃO OU DOMÍNIO DEMONÍACO
LUCAS 13:11-13
E eis que estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade, havia já dezoito anos; e andava curvada, e não podia de modo algum endireitar-se.
E, vendo-a Jesus, chamou-a a si, e disse-lhe: Mulher estás livre da tua enfermidade.
E pôs as mãos sobre ela, e logo se endireitou, e glorificava a Deus.

(3)   MEDO OU ANSIEDADE AGUDA     
Ler PROVÉRBIOS 3:5-8
FILIPENSES 4:6-7

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.
E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.

(4) INSUCESSOS NO PASSADO QUE DEBILITAM A TUA FÉ HOJE

MARCOS 5:26-29
E que havia padecido muito com muitos médicos, e despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo a pior;
Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste.
Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei.
E logo se lhe secou a fonte do seu sangue; e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal.

(5) O POVO
MARCOS 10:48
E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim.


(6) NEGLIGÊNCIA DOS PRESBÍTEROS NO QUE CONCERNE À ORAÇÃO DA FÉ. 
TIAGO 5:14-16
Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor;
E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.

(7) INCREDULIDADE 
MARCOS 6:3-6
Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de José, e de Judas e de Simão? E não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele.
E Jesus lhes dizia: Não há profeta sem honra senão na sua pátria, entre os seus parentes, e na sua casa.
E não podia fazer ali obras maravilhosas; somente curou alguns poucos enfermos, impondo-lhes as mãos.
E estava admirado da incredulidade deles. E percorreu as aldeias vizinhas, ensinando.

(8) IRREVERÊNCIA COM AS COISAS SANTAS DO SENHOR  (Ler 1Co 11: 29-30).
Casos há em que não está esclarecida a razão da persistência da doença física em crentes dedicados (Gl 4:13,14; 1Tm 5:23). Noutros casos, Deus resolve levar seus amados santos ao céu, durante uma enfermidade (2Rs 13:14,20-21).

Leia Também: Êxodo 15:26; 2 Crônicas 7?:14-15; Eclesiastes 5: 4-5; João 5:5-9
                         Marcos 11:22-24; Marcos 9.19, 23,24; 

Nenhum comentário:

Postar um comentário