EVANGELIZAÇÃO NOS HOSPITAIS - MISSÃO PARA QUEM QUER SER ATALAIA DO SENHOR.

O trabalho de evangelização nos hospitais, mais particularmente na Fundação Hospitalar de Rio Branco-Acre é resultado de uma visão de Deus quando estive hospitalizado, onde através de um sonho um homem vestido todo de branco disse-me: "Se queres viver vai cuidar dos meus doentes". Reparti esse sonho e gradativamente o Senhor tocou no coração de algumas pessoas que têm uma vida voltada para o Senhor que se dispuseram a formar uma Equipe de Evangelização. Atualmente integram também a equipe: Bernadete, Jozi e Socorro (Missão Batista para os Povos) e Raimunda (Assembléia de Deus). Eu atualmente sou membro da Igreja Metodista Wesleyana Jardim Brasil de Rio Branco-Acre.


O nosso trabalho consiste primeiro na participação das atividades regulares da igreja e ainda reuniões específicas do ministério para oração e estudos direcionados à cura divina, libertação e salvação tendo como foco os doentes e acompanhantes, enfermeiros(as) que serão visitados nos hospitais.

No hospital, antes de nossa entrada, oramos agradecendo ao Senhor por termos sido chamados para fazer a sua obra nos hospitais e para que ele esteja na direção de todo o trabalho e ainda que nos dê toda a proteção, discernimento, unção, autoridade e poder para fazermos tão importante trabalho. Visitamos os doentes internados em qualquer enfermaria, todavia o chamado de Deus nos direcionou para as enfermarias de tratamento do câncer e enfermaria de infectologia onde são tratadas doenças muito graves como: aids, meningite, hepatite, cirrose hepática, tuberculose entre outras.

Além de levar a palavra de Deus para conhecimento da verdade que liberta, a equipe tem como alvo principal colocar em prática o ministério tríplice de Jesus, ensinando sobre as escrituras, pregando o evangelho do Reino, curando os enfermos e expulsando demônios, tendo como alvo principal a salvação, considerando que, através desta vem a libertação e a cura em NOME DE JESUS.

Dentro desse trabalho a equipe tem procurado ajudar pacientes dos municípios que tem apresentado dificuldades, fornecendo roupas, material de limpeza e de higiene pessoal quando é necessário.

Alguns dos doentes que recebem nossa visita no hospital têm convidado a equipe para fazer orações e levar a Palavra em suas casas e a equipe tem realizado tais reuniões.

Para participar desse ministério requer uma disposição grande de priorizar a obra de Deus em detrimento de qualquer outra atividade em sua vida, devendo ter consciência de que em Mateus 6:33 diz: Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas as demais coisas vos serão acrescentadas.

Somos Atalaias do Senhor e não queremos responder pelo sangue de nenhuma pessoa por não termos tocado a trombeta (Palavra) ao vir a espada do inimigo (Ezequiel 33). Por isso, a necessidade de não faltar ao chamado do Senhor por qualquer motivo, que não se justifique.

Inicialmente os que se dispuserem a fazer a obra nesse ministério deverão participar das atividades da igreja, além da reunião específica da equipe na qual realizamos estudos sobre cura, libertação e salvação e princípios de evangelização que é realizada todo sábado às 19 horas na residência do líder ou de qualquer integrante da equipe em forma de revezamento. Somente após participar de pelo menos um mês das reuniões é que o(a) novo(a) integrante estará liberado(a) para iniciar as visitas ao hospital. Este período inclui estudos de capacitação sobre os temas básicos necessários à visita aos hospitais, tais como: capelania, cura, libertação e salvação.

Finalmente consideramos esse trabalho um gesto de amor ao próximo, que tem se constituído em prioridade em nossas vidas e que se torna gratificante quando contemplamos as curas que Jesus tem operado naquele lugar, o sorriso e a restauração da fé e da esperança demonstrada pelo sorriso e alegria revelada em cada face dos doentes, muitas vezes sofridos, quando deixamos àquelas enfermarias.


Somos gratos e agradecemos ao Senhor por ter-nos dado essa oportunidade de fazer a sua obra e não nos deixar desanimar jamais. Já completamos 11 (onze) anos fazendo este trabalho ordenado pelo Senhor. Toda a honra, todo o poder, todo o louvor e toda a glória é para o Senhor JESUS.




José Ribamar Silva.

Líder da Equipe.

domingo, 14 de fevereiro de 2016



ENFERMIDADE – BÊNÇÃO OU MALDIÇÃO

Muitas pessoas dizem: “Talvez seja vontade de Deus colocar essa enfermidade sobre mim. Pode ser que Ele deseje que eu esteja doente. Talvez seja sua bênção disfarçada! Pode ser uma das maneiras misteriosas de fazer com que as coisas cooperem para o meu bem”.
            Os pensamentos seguintes vão ajudá-lo a compreender que essas coisas não são verdadeiras.

1. DEUS CHAMA A ENFERMIDADE DE CATIVEIRO
    JÓ 42:12 - O Senhor virou o cativeiro (escravidão) de Jó, quando orava pelos seus amigos.
    JÓ 2:7 - Então saiu satanás da presença do Senhor e feriu a Jó duma chaga maligna, desde a planta do pé até o alto da cabeça. (Permitido por Deus)

Quando Deus curou Jó, as escrituras relatam a cura deste homem como libertação do cativeiro. O cativeiro jamais poderia ser a vontade de Deus, se Jesus veio com o Espírito Santo do Senhor para anunciar liberdade aos cativos (LUCAS 4:19).
Então vemos que Deus chamou a enfermidade de cativeiro, e a todo cativo (escravo) de enfermidade tem sido agora concedida a libertação inteira e completa. Basta que você creia nesse Deus que te sara (ÊXODO15:26) e profetize confiantemente dizendo:”Estou curado(a)  em Nome de Jesus.

2. JESUS CHAMA A ENFERMIDADE DE PRISÃO.
LUCAS 13:16 - E não convinha soltar desta prisão, no dia de sábado, esta filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satanás tinha presa?
No Versículo 12: Jesus vendo a mulher encurvada, disse-lhe: “Mulher estás livre da tua enfermidade.
Jesus jamais deu a entender que Seu Pai amoroso, tentando aperfeiçoar alguma qualidade nela, tinha-a prendido. Deus não prende as pessoas. Ele as solta. Jesus não disse que a mulher sofria assim para que se tornasse humilde, nem que era uma maneira misteriosa de Deus aperfeiçoar Sua Vontade nela. Jesus disse que Satanás a prendeu.
            A prisão não poderia ser a vontade de Deus, pois Jesus veio para pôr em liberdade os oprimidos.

LUCAS 4:18-19
18 O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração,
19 A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR.
Portanto, Jesus chamou a enfermidade de prisão e ordenou e ordena que toda pessoa aprisionada seja solta. Jesus veio como o caminho, a verdade e a vida e Ele disse: Conhecereis a verdade (Palavra) e a verdade vos libertará (JOÃO 8:32). O Senhor abre as portas da prisão, mas você precisa querer sair dela.

3. O ESPÍRITO SANTO CHAMA A ENFERMIDADE DE OPRESSÃO.
ATOS 10:38 diz: Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele. 

Nas escrituras não diz: ... curando todos os abençoados do Pai”.
Estas são palavras do Espírito Santo, porque, enquanto Pedro falava tais palavras, todos os que ouviam foram cheios do Espírito Santo. Então o Espírito Santo, falando através de Pedro, na Casa de Cornélio, disse que a enfermidade era opressão.
Deus não planejou que você fosse oprimido por forma alguma de enfermidade ou opressão. Jesus, conforme as palavras do profeta, veio para deixar ir livres os oprimidos (ISAÍAS 58:6).

A liberdade, independência e libertação, os jugos despedaçados, os fardos aliviados e os cativos soltos são as grandes marcas da misericórdia do ministério do Novo Testamento.
Deus chama a doença de cativeiro, Jesus chama a doença de prisão, e o Espírito Santo a chama de opressão. Alinhe sua atitude com Deus e fique são.
Se pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. (JOÃO 8.36)
E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. (JOÃO 8.32)
Estai pois firmes na liberdade com que Cristo nos libertou. (GÁLATAS 5.1A)
Você crê que pode ser libertado(a) dessa prisão crendo na Palavra e no poder que há no NOME DE JESUS. Hoje é o dia do ano aceitável do Senhor, entregue o seu coração e sua vida para o Senhor Jesus possa indicar o caminho da salvação e consequentemente o caminho da cura e da libertação.

EM RESUMO

- A ENFERMIDADE QUE ESTÁ SOBRE VOCÊ NÃO É VONTADE DE DEUS.
 - A ENFERMIDADE NÃO É PARA TRATAR VOCÊ DE ALGO ERRADO.
 - A ENFERMIDADE NÃO É PARA CASTIGÁ-LO NEM PURIFICÁ-LO.
 - DEUS É QUEM TIRA A ENFERMIDADE. ELE É O SENHOR QUE TE SARA.
- JESUS CRISTO É O MÉDICO DOS MÉDICOS

1. JESUS CHAMA A ENFERMIDADE DE CATIVEIRO:
   . JÓ 42:12 e JÓ 2:7; LUCAS 4:18-19; JOÃO 8:32.
2. JESUS CHAMA A ENFERMIDADE DE PRISÃO.
     LUCAS 13:16.
3. O ESPÍRITO SANTO CHAMA A ENFERMIDADE DE OPRESSÃO.
   ATOS 10:38; ISAÍAS 58:6; 1 JOÃO 1:8-10

Ler: Mateus 10:32-33, Romanos10:9.

Nenhum comentário:

Postar um comentário